Transporte Rodoviário

Equipamentos para transporte rodoviário

 

SEMI-REBOQUE FURGÃO PARA CARGA GERAL
Pode variar sua capacidade de carga de acordo com a extensão e seu chassis, podendo ser de 80m3,90m3, 95m3 e até 110m3 de carga.
Indicado para cargas soltas ou batidas (não paletizadas) e com risco de molhadura.
Ex.: Têxteis, papéis, eletro-eletrônicos, etc.)

 

SEMI REBOQUE SIDER
Atende as necessidades do furgão, porém com a vantagem de poder ser carregado lateralmente pelos seus dois lados, onde sua lona é deslocada em forma de cortina, sendo de rápida e segura amarração.

 

SEMI REBOQUE TANQUE
Para líquidos, inflamáveis e derivados de petróleo.
Há também a versão para laticínios e sucos.

 

SEMI REBOQUE PRANCHA
Indicado para transporte de máquinas, implementos rodoviários e agrícolas. Sua altura do chassis ao chão é menor que os equipamentos convencionais, permitindo que a carga não exceda a altura máxima permitida no Mercosul, ou seja 4,10 m.

 

SEMI REBOQUE CARGA SECA
Varanda baixa com espaço de eixos, capacidade de 27 toneladas e aproximadamente 65m3 de cargas.
Por possuir espaçamento para melhor distribuição de peso sua capacidade aumenta para 27 tons com cavalo mecânico trucado.

 

CARRETA CARGA SECA CONVENCIONAL
Capacidade de 25 toneladas, sendo o equipamento mais comum e usual no mercado.

 

CARRETA CONVENCIONAL GRANELEIRA
Capacidade 25,5 toneladas, tendo como diferencial suas varandas laterais, que possuem aproximadamente 1,20m de altura, facilitando o enlonamento para cargas altas.

 

FURGÃO FRIGORÍFICO
Para cargas perecíveis que necessitem temperatura especial.
Usado nas cargas de carnes, lácteos, peixes frutas e demais mercadorias que devem ser mantidas em temperatura estável durante todo o transporte.

Equipamentos